A compra de Double Fine pela Microsoft em 2019 deu aos desenvolvedores do estúdio paz de espírito e acrescentou recursos financeiros para tornar o "Psychonauts 2" que sairá no próximo mês um jogo maior e possivelmente melhor, disseram seus desenvolvedores.

Por que é importante: uma continuação cômica do clássico cult de 2005 sobre aventuras na mente das pessoas, "Psychonauts 2" percorreu um caminho estranho para existir.

  • Em 2012, o rico criador de "Minecraft" Markus "Notch" Persson tweetou para o fundador da Double Fine, Tim Schafer, uma oferta para fazer uma sequela de "Psychonauts" acontecer.
  • Isso não levou a nada, mas em 2015, a Double Fine começou a pedir fundos para o projeto, arrecadando US $ 3,8 milhões de mais de 24.000 patrocinadores na plataforma Kickstarter.
  • Então, a compra da Microsoft manteve o estúdio a funcionar e reforçou o jogo.
  • O que eles estão dizendo: "Para citar o velho ditado, dinheiro é tempo", disse Lauren Scott, projetista sénior de sistemas da Double Fine.

Esse tempo extra significou a capacidade de construir os grandes inimigos "bosses" do jogo, disse o artista de meio ambiente Geoff Soulis.
E garantiu que o jogo teria um portfólio maior de inimigos para lutar. "Definitivamente, conseguimos mais espaço para respirar os nossos inimigos que estavam mais atrás das coisas que precisavam de um pouco mais de amor", disse Scott.

Back To Top